A Insurreição de Queimados foi uma rebelião escrava ocorrida em São José de Queimado, em 1849. Frei Gregório de Bene, Italiano, era responsável peça “instrução” da população local. Entre suas missões, havia a construção de uma Igreja na região, só que lhe faltavam recursos. Assumiu, junto aos escravos, os compromissos de libertá-los das mãos de seus senhores no dia da inauguração da Igreja, mas, para inaugurá-la, precisava da ajuda dos escravos. Os negros trabalharam em horas de folga e durante as madrugadas sofridas.

Na inauguração, porém, a promessa não foi cumprida, causando a revolta dos escravos. Os grupos organizados invadiam as fazendas e obrigavam os donos a assinar a alforria. A polícia da província entrou em ação, prendeu os negros revoltosos e os levou a julgamento. Cinco deles foram condenados à morte. Chico Prego foi enforcado. O líder Eliziário, no entanto, conseguiu fugir da cadeia e se refugiou nas matas do Mestre Álvaro, onde ninguém mais o encontrou, fato que foi imediatamente atribuído a um milagre de Nossa Senhora da Penha. Os escravizados se refugiaram no mato, sendo alguns capturados e outros desaparecidos, supostamente mortos de fome.

Era o fim da Insurreição de Queimado. Hoje movimentos populares, tal como movimento negro do ES, busca lutar para que não esqueçam da história dos negros no ES, várias ações  são organizadas, entre elas a caminhada ecológica até as ruínas da região  de Queimado na Serra-ES.

No dia 12 de Julho, um grupo de adolescente da Fundação Fé e Alegria-Nova Esperança-Cariacica, junto à pedagoga e educadores de artes, capoeira, esportes participaram da caminhada ecológica, um trajeto de 16km de Serra Sede até as ruínas da igreja de Queimado.

O objetivo é agregar forças na luta da preservação da memória dos nossos heróis negros, bem como proporcionar aos alunos a vivência de temas emergentes na sociedade, preservar e divulgar nossa história capixaba  faz parte dessa luta.

Chegada á Serra Sede- Grupo de adolescentes do Fé e Alegria de Nova Esperança Que participou da caminhada ecológica  em Queimado- percurso 16km.
Chegada á Serra Sede- Grupo de adolescentes do Fé e Alegria de Nova Esperança Que participou da caminhada ecológica em Queimado- percurso 16km.
Educadores e alguns alunos que participaram da caminhada
Educadores e alguns alunos que participaram da caminhada
Descansando com vista para as Ruínas da igreja
Descansando com vista para as Ruínas da igreja
Colaboradores no evento: educadores tocam e cantam  em homenagens aos heróis de Queimado-Serra-ES
Colaboradores no evento: educadores tocam e cantam em homenagens aos heróis de Queimado-Serra-ES
O que resta das ruínas da igreja – Descaso do Estado
O que resta das ruínas da igreja – Descaso do Estado
O que resta das ruínas da igreja – Descaso do Estado

O que resta das ruínas da igreja – Descaso do Estado

Contribuição: Noélia Miranda (Pedagoga – Centro Cultural e Esportivo)